terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

A Vida Segundo SEAN MOREY (não Charles Chaplin)


"A coisa mais injusta sobre a vida é a maneira como ela termina. Eu acho que o verdadeiro ciclo da vida está todo de trás para frente. Nós deveríamos morrer primeiro e nos livrar logo disso. Daí viver num asilo, até ser chutado para fora de lá por estar muito novo. Ganhar um relógio de ouro e ir trabalhar. Então você trabalha 40 anos até ficar novo suficiente para poder aproveitar sua aposentadoria. Aí você curte tudo, bebe bastante álcool, faz festas e se prepara para a faculdade. Então você vai pro colégio, tem várias namoradas, vira criança, não tem nenhuma responsabilidade, se torna um bebezinho de colo, volta pro útero da sua mãe, passa seus últimos nove meses de vida flutuando e... Termina tudo com um ótimo orgasmo! Não seria perfeito?"


E daí surgiu Benjamin Button =)


Será?


Talvez! rs

Todo mundo (ou quase) já leu isso antes, mas deu vontade de postar mesmo assim... E o cara da locadora me alertou que outra pessoa o alertou que as incansavelmente difundidas palavras não são de Charles Chaplin, e sim desse tal de Sean Morey, coitado, nunca reconhecido!


Valeu, carada locadora!

5 comentários:

darsh. disse...

eu já tinha visto isso!
queria muito ler o conto (ou livro) do benjamin button :P

;*****

O Cara da Locadora disse...

Ei, entra lá no Cara da Locadora e dá uma olhada nos comentários... Além de alguém ter postado o link com o conto do Fitzgerald, também tem um link explicando que esse textinho aí não é do Chaplin (que eu tinha creditado erroneamente)... Vai lá, vai lá, rs...

andre disse...

O único problema desse raciocínio é se a mãe não for lá muito boa pessoa, ou, digamos, se perder pelo mundo (para não ser muito trágico e falar em funerais), forçando o indivíduo a ser abortado depois de ter nascido, ou, pior, ir para a adoção depois de idoso. Todo mundo sabe que é muito mais difícil achar pais que adotem crianças mais velhas.

bia de barros disse...

Ele veio e destruiu de uma vez todas essas teorias: o cara é um Einsten ^^

[Mas Chaplin nunca deixou de ser um gênio, quer esse texto seja dele mesmo, quer não...

bjO!*
*presentinho de luz pra vc no blog
*-*

O Cara da Locadora disse...

De nada pela correção, estamos aqui pra cooperar, rs...

Falando nisso, dá mais uma outra passada no Cara da Locadora, indicamos você a um selo... :)

Abraços...